sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Desprendimento

Rodrigo Santana
(adestrador de cães)

Eu não quero ser considerado um servo de Deus para que pessoas me olhem diferente, como se eu fosse maior que elas. Quero ser considerado servo dos homens, que vive e pauta o relacionamento com Deus a partir do serviço ao próximo. E com humildade, peço que Deus encare meu serviço ao próximo como serviço a Ele. Mais uma vez eu digo para quem quiser ouvir: sou cristão. Creio em Jesus Cristo, que nas palavras de Leonardo Boff, “era tão humano que só podia ser Deus”.
2013 um ano de obediência e submissão...

Nenhum comentário:

Postar um comentário